Cronologia

CRONOLOGIA DE RUDINEI BORGES

|
Fim da década de 1970
|
– Rui Rodrigues e Rosalva Borges, pais do poeta Rudinei Borges, migram para fazendas na Rodovia Transamazônica, oeste do Pará, na Amazônia brasileira.
|
1983
|
– Rudinei Borges nasce, às 23h, do dia 18 de janeiro (terça-feira), no hospital municipal de Itaituba, Pará. Vive os primeiros quatros anos em uma fazenda na Comunidade Santa Rosa, Vicinal KM 21 da Rodovia Transamazônica, no interior do município.
– Início do movimento civil de reivindicação por eleições presidenciais diretas no Brasil, Diretas Já.
– O cineasta Ingmar Bergman lança o filme Fanny e Alexander.
– Cem anos do nascimento do escritor Franz Kafka.
– Falecimento do pintor Joan Miró.
– Falecimento do dramaturgo Tennessee Williams.
– Falecimento do cineasta Luis Buñuel.

|
1985
|
– Nascimento de Roberto Borges, irmão do poeta.
– É batizado na capelinha de Santa Rosa.
– Término da Ditadura militar no Brasil, regime autoritário que governou o país desde 1º de abril de 1964.
|
1986
|
– Cem anos do nascimento do poeta Manuel Bandeira.
|
1987
|
– Nascimento de Paula Borges, irmã caçula do poeta.
– Separação dos pais.
– Rudinei e os dois irmãos passam a morar em fazendas da Rodovia Santarém Cuiabá, onde a mãe é caseira.
– Morte do poeta Carlos Drummond de Andrade.
|
1988
|
– Chico Mendes, ativista ambiental da Amazônia é assassinado em Xapuri, no Acre.
|
1989
|
– Muda-se com a família para a cidade de Itaituba.
– Morte do dramaturgo Samuel Beckett.
– Fernando Collor de Mello é eleito presidente do Brasil.
– O Muro de Berlim começa a ser derrubado.
|
1990
|
– O poeta inicia estudos no Grupo Escolar Raimundo Pereira Brasil.
– Encanta-se com as histórias infantis lidas por um professor, fato que influenciará sua criação literária futura.
– Inicia na região do Golfo Pérsico a Primeira Guerra do Golfo.
|
1992
|
– A família muda para a casa da Sétima Rua, citada em seus poemas.
– É escolhido pelo Grupo Escolar para declamar poemas.
– Aos noves anos, participa de sua primeira encenação teatral, Um dia numa lapinha, na Capela de Nossa Senhora das Graças, comunidade eclesial de base onde participará por dez anos.
– Impeachment do presidente Collor.
|
1993
|
– Início da implantação do Plano Real.
|
1994
|
– Representa os estudantes de Itaituba na Feira Regional de Ciências do Pará em Monte Alegre, realizando sua primeira viagem para outra cidade.
– Missa de Primeira Comunhão do poeta.
– Morte do poeta Mário Quintana.
– Eleição do Presidente Fernando Henrique Cardoso.
|
1995
|
– Representa os estudantes de Itaituba na Feira Regional e Estadual de Ciências do Pará nas cidades de Oriximiná e Castanhal.
– Viaja pela primeira vez para Belém numa travessia de ônibus por todo o estado do Pará.
– Participa de encontro de jovens em Alenquer, Pará.
–Encontra-se, ainda menino, em Itaituba, com o poeta João de Jesus Paes Loureiro.
|
1996
|
– Recebe bolsa de estudos do Colégio Isaac Newton, à época a principal escola da cidade, local onde realizará formação literária inicial.
– Representa os estudantes de Itaituba na Feira Estadual de Ciências do Pará na cidade de Cametá com pesquisa sobre o povo indígena Munduruku.
– Escreve os seus primeiros poemas.
– Passa a declamar poemas na Capelinha de Nossa Senhora das Graças.
|
1997
|
– Recebe o prêmio de melhor poesia no Festival de novos e antigos poetas de Itaituba.
– Inicia em Santarém o Curso de Lideranças, com ênfase em Teologia da Libertação, importante para a sua formação político-social.
– Inicia Curso de Formação do ator na Secretaria de Cultura de Itaituba.
– Integra pela primeira vez o elenco de uma peça profissional a partir da obra de Monteiro Lobato.
– Morte do poeta Allen Ginsberg.
|
1998
|
– Reeleição do Presidente Fernando Henrique Cardoso.
– Inicia grupo de teatro amador na Comunidade Nossa Senhora das Graças.
– Recebe aconselhamento e formação literária de Socorro Pinheiro, professora de literatura.
– Recebe aconselhamento e formação política de Jhon Mc A’teer, padre irlandês, que o influenciará no ingresso na vida religiosa.
– Recebe premiação em festival de poesia da Feira Indígena de Itaituba.
|
1999
|
– Inicia o Ensino Médio no Colégio Isaac Newton.
– Tem suas primeiras aulas de Filosofia, que o influenciará em seus estudos futuros.
– Conclui o Curso de Lideranças em Santarém.
– Participa de Encontro das Comunidades de Base das cidades às margens das rodovias Transamazônica e Cuiabá-Santarém em Rurópolis, Pará.
– Inicia cursos de teatro no Colégio Isaac Newton.
– Realiza exposição de poemas no Colégio Isaac Newton.
– Morte do poeta João Cabral de Melo Neto.
– Inicia leitura e estudo do poema Morte e vida Severina de João Cabral de Melo Neto.
– Inicia leitura da obra da obra dramática de William Shakespeare.
|
2000
|
– Integra o elenco da peça Brasil nunca mais no Colégio Isaac Newton.
– Participa de Encontro das Comunidades de Base das cidades às margens das rodovias Transamazônica e Cuiabá-Santarém em Uruará, Pará.
– Defronta-se com
– Defronta-se pela primeira vez com o Manifesto do Partido Comunista de Marx e Engels.
|
2001
|
– Participa de Encontro das Comunidades de Base em Belém.
– Durante longa viagem de barco para Belém defronta-se com a obra de Dalcídio Jurandir, um dos mais importantes escritores da Amazônia.
– Participa de Encontro das Comunidades de Base das cidades às margens das rodovias Transamazônica e Cuiabá-Santarém em Altamira, Pará.
– Conhece o líder comunitário Dema, assassinado semanas depois do encontro em Altamira em razão de sua militância política.
– No dia 14 de junho, defronta-se pela primeira vez com o poema Tabacaria de Fernando Pessoa, o que o influenciaria de modo definitivo.
– Reencena a peça Brasil nunca mais.
– Conclui o Ensino Médio.
– Morte do escritor Jorge Amado.
|
2002
|
– Ingressa no seminário dos Missionários do Verbo Divino em Santarém.
– Participa do encontro das comunidades de base em Itaituba.
– Reside durante um mês com remanescentes de quilombos no Alto Rio Trombetas, município de Oriximiná, Pará.
– Estuda literatura brasileira no Seminário São Pio X.
– Falece em Itaituba, Frei Paulo Zoderer, religioso americano e amigo do poeta de longa data.
– Eleição do presidente Lula.
|
2003
|
– Na cidade de São Paulo, ingressa no curso de Filosofia.
– Viaja a Curitiba e ao Rio de Janeiro.
– Reside em comunidades interioranas da cidade de Queimados, Rio de Janeiro.
– Visita pela primeira vez a cidade de Ananás, Tocantins, onde nasceu a sua mãe.
– Conhece a sua bisavó Eva Lopes, que falece no ano seguinte.
– Inicia grupo de teatro na comunidade periférica de Casa Branca, zona sul de São Paulo.
– Dirige a peça Auto de São João.
– Vai ao cinema pela primeira vez.
– Vai ao mar pela primeira vez.
– Encontra-se brevemente com o escritor José Saramago no centro de São Paulo.
– Inicia leitura da obra poética de Manoel de Barros.
– Recebe prêmio em concurso de poemas no Centro Universitário Assunção, onde estuda.
– Inicia os primeiros esboços dos poemas que resultariam na publicação do livro Chão de terra batida.
– Falecimento da escritora Raquel de Queiroz.
|
2004
|
– Morte da escritora Hilda Hilst.
– Inicia trabalho social e artístico com moradores de rua na região de Santo Amaro, São Paulo.
– Viaja para Vitória, no Espírito Santo.
– Reside com trabalhadores rurais no interior de São Paulo.
– Defronta-se com a leitura dos poemas de Rainer Maria Rilke.
– Integra elenco da peça Diálogos poéticos.
– Defronta-se com a obra cinematográfica de Ingmar Bergman.
– Participa de cursos de criação de documentário.
|
2005
|
– Viaja à Barbacena, São João Del Rei e Tiradentes em Minas Gerais.
– Conclui estudo sobre Martin Buber na Faculdade de Filosofia.
– Defronta-se com a leitura de Assim falou Zaratustra de Nietzsche.
– Defronta-se com a leitura de A metamorfose e O castelo de Franz Kafka.
– Defronta-se com a leitura de Cem anos de solidão de Gabriel García Márquez.
– Defronta-se com a obra poética de Federico García Lorca.
– Participa do Fórum Social da Amazônia em Manaus, Amazonas.
– Conclui a Faculdade de Filosofia.
– Assassinado de Dorothy Mae Stang em razão de sua luta em defesa da Amazônia.
|
2006
|
– Ingressa no noviciado na cidade de Juquiá, no Vale do Ribeira, interior de São Paulo.
– Inicia os primeiros poemas de O livro da embriaguez, ainda não publicado.
– Defronta-se com a leitura da obra completa de Carlos Drummond de Andrade.
– Defronta-se com a leitura de Esperando Godot de Samuel Beckett.
– Defronta-se com a leitura da obra poética de Rabindranath Tagore.
– Inicia leitura da obra poética de Lêdo Ivo e Adélia Prado.
– Participa do grande retiro de Exercícios Espirituais de Sto. Inácio de Loyola, em Ponta Grossa, Paraná. Um mês de silêncio.
– Retira-se em novembro do noviciado.
– Rompe com a Igreja Católica.
– Reeleição do presidente Lula.
|
2007
|
– Retoma a morar em república de estudantes na cidade de São Paulo.
– Reside no bairro do Ipiranga, centro-sul de São Paulo.
– Ingressa em curso de artes cênicas no Teatro Escola Macunaíma.
– Integra o elenco da peça O homem que se transformou em cão.
– Leciona Filosofia e História na rede pública e particular de ensino.
– Defronta-se com a obra teatral de Tadeuz Kantor.
– Viaja a Paraty, Rio de Janeiro.
– Participa de curso do Teatro da Vertigem.
– Morte do cineasta Ingmar Bergman.
|
2008
|
– Visita de sua mãe à cidade de São Paulo.
– Integra o elenco da peça O alienista, adaptação do conto de Machado de Assis, e Conto da ilha desconhecida, adaptação da obra de José Saramago.
– Defronta-se com a obra teatral de Antunes Filho.
– Defronta-se com a obra poética de T. S. Eliot.
– Defronta-se com a obra poética de Mário de Sá-Carneiro.
– Inicia os esboços da peça Marco Zero.
– Inicia correspondência com o poeta Felipe Garcia.
– Inicia os esboços do conto O menino morto em Sarajevo, ainda não publicado.
– Encontra-se com a poeta Adélia Prado em São Paulo.
– Cria o blog A rua sétima, onde publica esboços e poemas inéditos.
– Conclui especialização em Comunicação.
– Viaja para Itaituba.
|
2009
|
– Publica Chão de terra batida, seu primeiro livro de poemas.
– Defronta-se com a obra poética de Mário Quintana.
– Encontra-se com o poeta Ferreira Gullar em Santo André, São Paulo.
– Encontra-se com o poeta Thiago de Mello em São Paulo.
– Encontra-se com o poeta Décio Pignatari.
– Recebe menção honrosa do Prêmio Helena Kolody de poesia, da Secretaria Estadual de Cultura do Paraná – 2009.
– Recebe o Prêmio Canon de Poesia.
– Viaja para Itaituba.
|
2010
|
– Lança o livro Chão de terra batida em sua cidade natal.
– A peça Auto dos ribeirinhos é encenada em Itaituba.
– Dirige a peça Poetas de vidro com a 127 Fundos Cia. de Teatro.
– Relança o livro Chão de terra batida na Bienal do Livro de São Paulo.
– Recebe a visita do escritor paraense Edilson Pantoja.
– Conclui os poemas de O livro da embriaguez, ainda não publicado.
– Conclui os poemas do livro com o título provisório Voz que me tece, ainda não publicado.
– Escreve a peça Memorial do cais.
– Defronta-se com a obra de Walt Whitman.
– Defronta-se com a obra de Roberto Piva.
– Defronta-se com a obra de Allen Ginsberg.
– Defronta-se com a música de Bob Dylan.
– Defronta-se com a música de The Velvet Underground.
– Eleição da Presidente Dilma Rousseff.
– Morte do poeta Roberto Piva
|
2011
|
– Inicia residência artística na Trupe Sinhá Zózima.
– Funda o Núcleo Macabéa.
– Edita a Mais Revista Cultura, onde escreve textos sobre teatro e literatura.
– Inicia estudos de literatura e história oral.
– Inicia os poemas de Olhos do menino Saathan, livro ainda não publicado.
– Conclui os poemas de Pássaro sem foices, livro ainda não publicado.
– Recebe o prêmio de melhor ator no Festival de Cenas Extraordinárias do Brasil em Santo André, São Paulo.
– Recebe o prêmio de Dramaturgia do Governo do Estado de São Paulo.
– Ingressa no curso de mestrado em Educação na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, USP.
– Escreve os primeiros esboços da peça Agruras – ensaio sobre o desamparo.
|
2012
|
– Estuda dramaturgia na Escola Livre de Teatro de Santo André.
– Dirige a peça Chão e Silêncio, encenada pelo Núcleo Macabéa.
– Inicia com o Núcleo Macabéa residência artística na favela do Boqueirão, em São Paulo.
– Viaja para Buenos Aires, Argentina, e visita lugares onde viveu o escritor Jorge Luis Borges.
– Defronta-se com a obra teatral de José Celso Martinez Corrêa no Teatro Oficina.
– Viaja para o Rio de Janeiro.
– Viaja para a o Chile e conhece as casas onde viveu o poeta Pablo Neruda.
– Conclui a peça Agruras – ensaio sobre o desamparo.
– Morre o poeta Lêdo Ivo
– Viaja para Itaituba.
|
2013
|
– Passa a residir no centro antigo de São Paulo.
– Escreve a peça Dentro é lugar longe, encenada pela Trupe Sinhá Zózima, em São Paulo.
– Realiza o ciclo Teatro, Angústia e Liberdade.
– Escreve críticas e entrevista sobre teatro e literatura na revista Alzira.
– Atriz dirigida por Rudinei Borges recebe prêmio em Festival de Cenas Extraordinárias do Brasil em Santo André, São Paulo.
– Dirige a peça Agruras – ensaio sobre o desamparo, encenada pelo Núcleo Macabéa.
– Publica Dentro é lugar longe, primeira peça de Rudinei Borges lançada em livro.
– Publica os livros Teatro no ônibus e Fagulhas.
– O livro Fagulhas é indicado ao Prêmio da Cooperativa Paulista de Teatro.
– Viaja para Campos do Jordão, interior de São Paulo.
– Viaja para Salvador, Bahia.
– Viaja para Itaituba.
|
2014
|
– Retoma a Itaituba.
– Realiza as primeiras andanças da expedição Narradores do Norte no interior dos municípios de Aveiro, Itaituba, Rurópolis e Trairão, no oeste do Pará.
– Organiza livro de poesia reunida, ainda não publicado.