Literatura Brasileira/manifesto literário/Poesia Brasileira/Poesia Rudinei Borges

ANTImanifestação da poesia-fragmento

poesia-fragmento imunda. queremos quartos & quadros & quatros cantos da cama de saturno. neopoesia andrógina metamorfoseada

& poeira & estrada & suor. homens caminhando para o litoral.

desconhecer/conhecer & ser vários. doidos criadores de personagens. mil heterônimos contraditórios. amantes fiéis do diabo. extraterrestres & orgias & ruas. asfalto da web. somos asfalto quente. a última árvore da grande floresta. neo(velhos)psicodélicos às margens do Amazonas/Tietê. atores. aturdidos.

devir. sOmOs neo rupestres. skate & grafite & chá de camomila & reza & êxtase & robôs. Gente com/sem rumo. Gente-vertigem-veredas.

& terra & água

& anjos-donzelas

& sexo & labuta

& E-mails & palavras soltas

& imagens & palavras livres

& poetas rezando ao deus sol

& ciranda & mulheres grávidas & louvores aos galos & cantigas & astronautas & estilhaços & átomos & grãos & microscópios & coisas miudinhas do chão da Amazônia & praia & surf & games & música eletrônica & cantos da tribo munduruku & caiapó & apiacás & links & bares lotados & sertão & mesas nas calçadas & esquinas sujas & cacimbas & cais & embriaguez & carne & lavoura

somos o fragmento-vivo dos homens: fragmento online

só existe a parte

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s