Poesia/Poesia Brasileira

Por que os poetas são neuróticos

Encontrei hoje uma lauda com anotações sobre um artigo do poeta Nelson Ascher, publicado no Jornal Folha de São Paulo, que é bastante considerável sobre a poesia e os poetas no Brasil. Vejamos:

. No Brasil os poetas são tidos como truculentos, em especial quando se trata das relações [negativamente] passionais que uns mantêm com quase todos os outros.

. Os poetas têm, em geral, os nervos à flor da pele.

. A aflição epidérmica decorre da hipersensibilidade determinadas pelas condições inerentes ao trabalho.

. Quem escreva um romance é romancista seja bom ou ruim. Com a poesia é diferente. A primeira tarefa dos candidatos a poeta é a de auscultarem, com o estetoscópio que Deus lhes deu [ou não deu].

. Os poemas de verdade são reconhecíveis a olho nu e, o que é mais grave seja para os poetas, seja para os críticos profissionais, pelo público leigo.

. São, em última instância, o público e o tempo que lhes darã ou negarão o título honorífico de poeta.

. Poesia e neurose são sinônimos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s