Literatura/Poesia Rudinei Borges

gravuras metálicas

uma esperança

nenhuma esperança

sempre um homem sobre os blocos de gelo

sozinho um homem contempla

placas gigantescas

e dorme entorpecido pelo cheiro de tinta

as mulheres olham

os macacos olham

as borboletas voam

para o jardim do museu

estou aqui

não

não estou aqui

estou dentro do fogo

um, dois, três, quatro

cinco, seis, sete, oito

nove, dez, onze, doze

treze, quartoze, quinze

dezesseis quadrinhos

estão no centro da parede marrom

alguns refletores no teto

a voz de dois ou três homens

lá fora

um rapaz

uma senhora e duas moças observam

(sem entender)

a obra de Alex Cerveny

uma pintura formada por três quadros

o primeiro quadro:

algumas manchas marrons e exageradas

são como nuvens

o segundo quadro:

uma fotografia grotesca de uma cidade

o terceiro quadro:

o subsolo

talvez o artista quisesse expressar

a magnitude da luz

e o seu poder de penetrar tudo

um homem fotografa

quatro mulheres tocam nos quadrinhos

da parede marrom

com o dedo indicador

e riem do sexo de um homem

numa das ilustrações

todos saem

fico sozinho

um guarda aparece

vestido de terno marrom claro

e depois somem como um fantasma

eu escrevo num bloco de papel

ponho o bloco sobre as pernas

estou sentado

visto calça jeans

espero o tempo passar

são três horas

às quatro vou ao circo

as costas doem

estou com fome

de repente um luto silencioso

o cheiro da tinta

me deixa aborrecido

vou sair

as quatro mulheres reaparecem

elas falam alto

cansei

vou sair

(Escrevi em 23 de agosto de 2008. Estava numa exposição de pinturas no Memorial da América Latina em São Paulo).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s